Procurar
Close this search box.

A Fertiberia e a Cepsa assinam uma aliança estratégica para promover a produção de hidrogénio verde e descarbonizar a indústria em Huelva

Este é o maior acordo assinado até à data, uma vez que são os principais produtores e consumidores de hidrogénio em Espanha, representando mais de um terço do consumo nacional

  • Ambas as empresas irão promover o Valle andaluz de Hidrogénio Verde, em Huelva, para otimizar em conjunto os seus planos de descarbonização, incluindo a produção de hidrogénio verde e outros gases renováveis.
  • Desenvolverão um anel de hidrogénio pioneiro para assegurar o abastecimento do novo vetor de energia renovável a todo o tecido industrial da zona e promover as sinergias entre as suas fábricas.
  • O acordo alcançado estudará também a possibilidade de produção de combustíveis renováveis (metanol e amoníaco verdes), tanto em Huelva como noutras províncias da Península.

A Cepsa e a Fertiberia, duas das empresas que, atualmente, mais hidrogénio consomem em Espanha, chegaram a um acordo para descarbonizar os seus processos de produção através do desenvolvimento conjunto de uma fábrica de hidrogénio renovável em grande escala em Huelva, utilizando energia verde e de outros gases renováveis. As empresas irão também implementar sinergias industriais adicionais entre os seus ativos em Huelva.

Com esta união, a Cepsa e a Fertiberia tornam-se parceiros estratégicos no projeto de desenvolvimento de 1 GW de capacidade de eletrólise em Palos de la Frontera, no âmbito do Valle Andaluz de Hidrogénio Verde.

Este vale terá uma capacidade de 2 GW – 1 GW em Campo de Gibraltar (Cádis) e outro em Palos de la Frontera (Huelva), e uma produção de até 300 000 toneladas, nos Parques Energéticos da Cepsa.

O acordo alcançado permitirá otimizar as necessidades de hidrogénio e de CO2 biogénico das instalações de ambas as empresas no tecido industrial de Palos de la Frontera (Huelva). O hidrogénio verde, cuja produção terá início em 2026, será utilizado para consumo industrial próprio da Cepsa e da Fertiberia, e permitirá o fabrico de biocombustíveis avançados, bem como de amoníaco, AdBlue e fertilizantes sustentáveis.

O parque energético La Rábida da Cepsa e as instalações da Fertiberia em Palos de la Frontera ocupam espaços adjacentes. Por conseguinte, esta aliança permitirá também aproveitar todas as sinergias industriais e operacionais que existem atualmente entre os dois complexos, com o objetivo comum de maximizar o grau de eficiência da sua gestão.

A aliança permitirá o desenvolvimento de um anel de hidrogénio e oxigénio em Huelva. A construção desta infraestrutura será um projeto de engenharia pioneiro para ligar os produtores de hidrogénio aos consumidores, a fim de garantir um abastecimento energético mais sustentável, eficiente e competitivo, tirando partido das sinergias entre todas as indústrias próximas e garantindo a sua segurança de fornecimento.

Durante a assinatura deste acordo, Maarten Wetselaar, CEO da Cepsa, salientou: “Adicionamos um novo parceiro estratégico ao Vale Andaluz do Hidrogénio Verde para continuar a promover a descarbonização da indústria de Huelva e torná-la uma referência de sustentabilidade na Europa. Este acordo com a Fertiberia é um grande passo em frente no nosso compromisso com o hidrogénio verde como vetor energético fundamental para descarbonizar a nossa própria atividade e a dos nossos clientes“.

Segundo Javier Goñi, CEO do Grupo Fertiberia, “a união com a Cepsa é muito relevante, pois implica a colaboração entre duas empresas com maior tradição industrial na província de Huelva, e que representam a quase totalidade do consumo atual de hidrogénio na Andaluzia. Esta aliança fomentará a competitividade da produção de hidrogénio verde em Huelva e será uma fonte de oportunidades para várias empresas que participarão na cadeia de valor. Além disso, reforçará a descarbonização total dos nossos ativos e o nosso posicionamento como líder em amoníaco verde e fertilizantes sustentáveis“.

O Plano do Hidrogénio elaborado pelo Governo espanhol estabelece como objetivo que 25% do consumo de hidrogénio na indústria seja renovável até 2030, tanto como matéria-prima como fonte de energia. Através deste acordo, a Cepsa e a Fertiberia irão descarbonizar o seu consumo utilizando hidrogénio verde, atingindo conjuntamente o objetivo estabelecido para toda a Espanha até ao final desta década.

O acordo alcançado pelas duas empresas estudará também a possibilidade de produção de combustíveis renováveis (metanol e amoníaco verdes), tanto em Huelva como noutras províncias da Península.

Esta nova aliança insere-se na estratégia para 2030 da Cepsa, Positive Motion, através da qual a empresa se está a transformar para se tornar uma referência na transição energética, liderando a mobilidade sustentável em Espanha e Portugal, bem como a produção de hidrogénio renovável e biocombustíveis avançados. A Cepsa promoverá a descarbonização dos seus clientes, bem como da sua própria atividade, alcançando emissões líquidas nulas até 2050.

No caso da Fertiberia, esta aliança é um novo marco na sua estratégia para acelerar o seu processo de crescimento na produção de amoníaco verde, o que lhe permitirá liderar este mercado na próxima década na União Europeia e torná-la a primeira empresa do mundo no seu setor a alcançar a neutralidade carbónica até 2035. A Fertiberia já comercializa a linha de produtos Impact Zero, que permite descarbonizar a produção de alimentos e bebidas, promovendo uma agricultura totalmente sustentável na Europa.

A aliança da Cepsa e da Fertiberia contribui para vários dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030: ODS 7 (Energia acessível e limpa), ODS 8 (Trabalho digno e crescimento económico), ODS 12 (Produção e consumo responsáveis) e ODS 13 (Ação climática).

Mais sobre a Cepsa

A Cepsa é uma empresa líder internacional empenhada na mobilidade e energia sustentáveis, com uma sólida experiência técnica após mais de 90 anos de atividade. A empresa tem também uma atividade química líder mundial com uma atividade cada vez mais sustentável.

A Cepsa apresentou em 2022 o seu novo plano estratégico para 2030, Positive Motion, que projeta a sua ambição de ser líder em mobilidade sustentável, biocombustíveis e hidrogénio verde em Espanha e Portugal, e de se tornar uma referência na transição energética. A empresa coloca os clientes no centro da sua atividade e trabalhará com eles para os ajudar a atingir os seus objetivos de descarbonização.

Os critérios ESG inspiram todas as ações da Cepsa para avançar em direção ao seu objetivo líquido positivo. Durante esta década, reduzirá as suas emissões de CO2 de âmbito 1 e 2 em 55% e o seu índice de intensidade de carbono em 15-20%, com o objetivo de alcançar as zero emissões líquidas até 2050.

Cepsa – Direção de comunicação

Mais sobre a Fertiberia

A Fertiberia é líder no setor da nutrição vegetal na Europa e produz também soluções ambientais para a indústria e outros setores.

A empresa possui 14 centros de produção espalhados pela Península Ibérica e França.

A visão da Fertiberia é liderar a cadeia de valor do hidrogénio verde do futuro na Europa para descarbonizar a agricultura e outros setores como a indústria ou o transporte, bem como continuar a liderar o desenvolvimento de soluções sustentáveis com alto valor acrescentado para a nutrição das culturas.

Além disso, é a primeira empresa do seu setor a comprometer-se a alcançar as zero emissões líquidas em 2035.

A empresa pertence à Triton Partners, que está a impulsionar o seu crescimento para transformar esta empresa espanhola num líder da fertilização do futuro, permitindo aos agricultores obter rendimentos superiores com a máxima sustentabilidade ambiental.

Fertiberia – Direção de comunicação

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia
20-03-2024. Fertiberia - Actualidad. Blog - Trichodex. Imagen principal para el post "Ponencia técnica: “Microbioma en Acción: Estrategias Innovadoras para la Resiliencia de Cultivos Leñosos y Hortícolas frente al estrés Biótico y Abiótico" mostrando el cartel de la  ponencia
Imagen para el interior de la noticia

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top