Procurar
Close this search box.

A fertilização sustentável, em debate na Cátedra Fertiberia de Estudos Agroambientais da Universidade Politécnica de Madrid

O novo regulamento europeu sobre o mercado de fertilizantes, que entrará em vigor a 16 de julho, foi discutido na jornada

  • A Cátedra Fertiberia de Estudos Agroambientais da Universidade Politécnica de Madrid realizou uma nova jornada de debate e reflexão, sob o título "Fertilización para una agricultura sostenible" (Fertilização para uma agricultura sustentável), na qual foram analisados os efeitos e as implicações práticas do Regulamento europeu 2019/1009.
  • A norma, que entrará em vigor a 16 de julho, regula aspetos fundamentais do mercado de fertilizantes, a fim de avançar para a sustentabilidade e uma economia circular no setor.

A jornada foi inaugurada pela diretora-geral de Produções e Mercados Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação, Esperanza Orellana, pelo diretor da Escola Técnica Superior de Engenharia Agronómica, Alimentar e de Biossistemas de Madrid, Juan Manuel Palacios, e pelo presidente do Grupo Fertiberia, Javier Goñi.

Javier González, diretor de Inovação Agronómica da Fertiberia, também participou na jornada e falou sobre a estratégia da empresa, que colocou a sustentabilidade como um modelo de futuro para liderar o mercado europeu dos fertilizantes verdes. Também intervieram Yago Delgado de Robles, diretor técnico da Associação Nacional de Fabricantes de Fertilizantes (Anffe), que abordou os novos desenvolvimentos na rotulagem de fertilizantes; Rosa Cepas, responsável pelo setor agroalimentar da Associação Espanhola de Normalização (UNE) , que falou sobre o desenvolvimento de normas harmonizadas na marcação CE dos fertilizantes; Bibiana Rodríguez, subdiretora adjunta da SG de Meios de Produção Agrícola e do Gabinete Espanhol de Variedades Vegetais do Ministério, que abordou as principais alterações do regulamento; e Pilar Pérez, do departamento Agroalimentar e BPL da Entidade Espanhola de Acreditação, que tratou da avaliação da conformidade e do procedimento de aplicação da norma.

Após um colóquio em que participaram todos os convidados, a cerimónia de encerramento foi conduzida pelo diretor da Cátedra Fertiberia de Estudos Agroambientais, Augusto Arce.

Mais de 170 participantes, entre os quais representantes das administrações, do MAPA, de institutos de investigação nacionais e regionais e de associações agrícolas, bem como agricultores, investigadores, estudantes e professores universitários, assistiram ao evento, que pôde ser seguido tanto presencialmente como virtualmente.

Com a organização deste encontro, o Grupo Fertiberia reforça o seu compromisso com a inovação agronómica para a produção de soluções de nutrição vegetal de alto valor acrescentado, também a partir do âmbito académico. A jornada, realizada a 21 de abril, já vai na sua décima terceira edição e reúne técnicos e especialistas do setor, bem como profissionais de centros de investigação e das administrações públicas.

Através da Cátedra de Estudos Agroambientais, criada em 2007 com o objetivo de promover a investigação no domínio da fertilização e do desenvolvimento de uma agricultura sustentável, o Grupo Fertiberia desenvolve um vasto programa de ações como a promoção de projetos de I+D+i, o patrocínio de estudos específicos, a organização de atividades de divulgação e difusão, a colaboração em programas de formação para estudantes da UPM, entre outros. Uma das iniciativas com maior projeção é o edição anual dos Prémios que distinguem os melhores trabalhos de final de Curso e de Mestrado, apostando no talento e na investigação dos jovens.

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia
20-03-2024. Fertiberia - Actualidad. Blog - Trichodex. Imagen principal para el post "Ponencia técnica: “Microbioma en Acción: Estrategias Innovadoras para la Resiliencia de Cultivos Leñosos y Hortícolas frente al estrés Biótico y Abiótico" mostrando el cartel de la  ponencia
Imagen para el interior de la noticia

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top