A filosfera, a grande esquecida

As partes aéreas das plantas criam um habitat para os microrganismos conhecido como filosfera, por analogia com o termo rizosfera. A superfície da folha constitui um habitat natural para o crescimento e multiplicação de microrganismos da filosfera. Além disso, a presença de cera na cutícula e os exsudados das folhas ajudam estes microrganismos a aderir à superfície.

Os aminoácidos, a glucose e a sacarose, presentes nos exsudados das folhas, são essenciais para estes microrganismos, uma vez que proporcionam a nutrição para o seu desenvolvimento. Da mesma forma, a água libertada durante a transpiração fornece humidade para o crescimento (Bashir et al., 2021 Carvalho et al., 2020, Stone et al., 2018).

Representação esquemática dos principais componentes da filosfera. 

De Morris., 2002

Os microrganismos da filosfera são importantes para o crescimento das plantas, uma vez que promovem o crescimento de várias formas, como indicado abaixo (Bashir et al., 2021 Carvalho et al., 2020, Stone et al., 2018):

  • Alguns microrganismos da filosfera, como as cianobactérias e as bactérias fixadoras de nitrogénio, como as Azotobacter, fixam o nitrogénio atmosférico e fornecem-no para o crescimento das plantas.
  • Os microrganismos da filosfera produzem várias hormonas de crescimento vegetal, como o ácido indol acético (IAA), que as plantas utilizam para o seu crescimento.
  • Constituem um estímulo para a produção de fitoalexinas pelas plantas. As fitoalexinas são substâncias químicas de defesa produzidas pelas plantas na presença de agentes patogénicos. 
  • Decompõem as folhas e contribuem para a formação de húmus após a queda das folhas da planta.
  • Alguns organismos da filosfera têm efeitos antagónicos contra fungos patogénicos, protegendo assim as plantas de doenças fúngicas. São capazes de colonizar a superfície das folhas, formando um Biofilm que as protege. Também competem com os microrganismos patogénicos pelo habitat e pelos nutrientes.

Há cada vez mais evidências de que os microrganismos presentes na filosfera contribuem para a saúde das plantas, não só melhorando o estado nutricional da planta hospedeira, mas também proporcionando defesa e resistência a agentes patogénicos contra o stress abiótico. A utilização de estratégias que respeitem a filosfera da planta é essencial para melhorar o estado fisiológico e produtivo da cultura. 

OBIOAdapta® é composto por soluções com base no microbioma. A implementação da solução integral BIOAdapta® nas culturas aumenta a presença de microrganismos benéficos na filosfera, afastando os agentes patogénicos foliares do nicho ecológico. 

Os ensaios de impregnação de folhas de alface com a solução integral BIOAdapta® demonstram o respeito e a proteção dos microrganismos da filosfera. 

Ensaios de impregnação de folhas de alface tratadas em diferentes meios de cultura.

Por outro lado, ensaios realizados em condições controladas verificam que a implementação do conjunto de soluções BIOAdapta®, em aplicações foliares, aumenta a absorção de nutrientes nas plantas de alface (nitrogénio, potássio e fósforo) de forma significativa com um controlo 100% fertilizado e um único fornecimento de fertilizante, e também melhora a biomassa foliar e radicular das plantas.

OBIOAdapta® oferece vantagens polivalentes e cumpre estes objetivos: Facilitar e conseguir uma utilização eficiente dos recursos, atenuar os efeitos das alterações climáticas, aumentar o rendimento das colheitas e aumentar a rentabilidade.

Bibliografia 

Bashir, I., Assad, R., War, A. F., Rafiq, I., Sofi, I. A., Reshi, Z. A., & Rashid, I. (2021). Application of Phyllosphere Microbiota as Biofertilizers. In Microbiota and Biofertilizers, Vol 2 (pp. 311-327). Springer, Cham.

Carvalho, C. R., Dias, A. C., Homma, S. K., & Cardoso, E. J. (2020). Phyllosphere bacterial assembly in citrus crop under conventional and ecological management. PeerJ, 8, e9152.

Stone, B. W., Weingarten, E. A., & Jackson, C. R. (2018). The role of the phyllosphere microbiome in plant health and function. Annual Plant Reviews online, 533-556.
Morris, C. E., Barnes, M. B., & McLean, R. J. C. (2002). Biofilms on leaf surfaces: implications for the biology, ecology and management of populations of epiphytic bacteria. Phyllosphere microbiology, 139-155.

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia
Imagen principal para el post "Ponencia técnica: “Microbioma en Acción: Estrategias Innovadoras para la Resiliencia de Cultivos Leñosos y Hortícolas frente al estrés Biótico y Abiótico" mostrando el cartel de la ponencia
Imagen para el interior de la noticia "Las estrategias para descarbonizar el sector agrícola, a debate en la 15º Jornada de la Cátedra Fertiberia de Estudios Agroambientales" mostrando a algunos de los presentes en la Jornada sobre Estrategias de Descarbonización

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top