Procurar
Close this search box.

Bioproteção contra a queda de mudas ou "Damping off"

O Damping-off ou a queda de mudas é uma das doenças fúngicas com maior impacto em viveiros de produção de plantas e canteiros, embora os seus sintomas possam ocorrer em estufas ou durante o transplante no campo. É frequente que os canteiros afetados sejam destruídos ou que as mudas morram pouco depois da transplantação.  Os principais agentes patogénicos associados a esta doença são Fusarium, Pythium, Rhizoctonia e Phytophthora. Os sintomas característicos são a não germinação das sementes ou, uma vez produzida a radícula, o seu apodrecimento e, na fase de muda, produz-se necrose do colo e da raiz, emurchecimento e, finalmente, morte. (Agrios, 1997). A transmissão desta doença, no caso de Pythium spp., ocorre através do solo e, em menor grau, através da água de rega. O agente patogénico nada através da água livre, graças à presença de zoósporos flagelados, alcança o hospedeiro suscetível e infeta-o. Por outro lado, a produção de oósporos (inóculo primário) permite que o agente patogénico permaneça no solo em estado latente e produza doenças na época agrícola seguinte(Gaya Karunasinghe, et al., 2020).  Encontrámos níveis elevados de incidência desta doença quando: o solo é mantido húmido por períodos prolongados, temperaturas favoráveis ao agente patogénico, excesso de nitrogénio no solo e falta de rotação de culturas (Agrios, 1997 e Lamichhane et al., 2016). As perdas económicas devidas ao "Damping-off  podem ser divididas em perdas de custos diretos, devido a danos nas sementes ou nas mudas e perdas de custos indiretos, que consistem no valor adicional da replantação e em rendimentos mais baixos devido ao atraso da cultura por causa do escalonamento da sementeira. (Babadoost e Islam 2003; Bacharis et al. 2010; Horst, 2013).  Os tratamentos químicos das sementes representam uma das práticas agrícolas mais frequentes para controlar esta doença. Estes tratamentos têm frequentemente um elevado grau de eficácia, mas podem também afetar negativamente a germinação das sementes e causar fitotoxicidade (Axelrood et al.,1995; du Toit 2004), para além do impacto negativo na saúde humana e no ambiente (Lamichhane et al., 2016).  Por conseguinte, é necessário desenvolver soluções alternativas e sustentáveis para atenuar o "Damping off".  Uma alternativa com benefícios ambientais e humanos e elevada eficácia no terreno é a PRODIGY®️. A aplicação da PRODIGY®️ reduz a queda de mudas em pepinos (Pythium spp), em 84,6-77,8%, melhorando a referência química e biológica utilizada.  Em ensaios realizados com uma empresa certificada, verificou-se que a aplicação da PRODIGY®️ a 1 kg/ha em três momentos diferentes da cultura tem um efeito muito significativo no controlo desta doença, com uma ação prolongada do produto (21DAC). Na TRICHODEX, estamos sempre à procura de alternativas que protejam o ambiente e o agricultor, mas que permitam obter resultados satisfatórios no controlo da doença com um elevado impacto económico.

Fontes

  • Agrios, G.N., 1997. fitopatología. Uteha-Noriega,.
  • Axelrood PE, Neumann M, Trotter D. 1995. Seedborne Fusarium on Douglas-fir: pathogenicity and seed stratification method to decrease Fusarium contamination. New For 9:35–51. doi:10.1007/BF00028924
  • Babadoost M, Islam SZ. 2003. Fungicide seed treatment effects on seedling damping-off of pumpkin caused by Phytophthora capsici. Plant Dis 87:63–68. doi:10.1094/PDIS.2003.87.1.63
  • Bacharis C, Gouziotis A, Kalogeropoulou P. 2010. Characterization of Rhizoctonia spp. isolates associated with damping-off disease in cotton and tobacco seedlings in Greece. Plant Dis 94:1314–1322. doi:10.1094/PDIS-12-09-0847
  • du Toit LJ. 2004. Management of diseases in seed crops, in Encyclopedia of Plant and Crop Science. In: Dekker GRM (ed) Encycl. Plant Crop Sci. New York, p 675–677
  • Gaya Karunasinghe, T., Hashil Al-Mahmooli, I., Al-Sadi, A. M., & Velazhahan, R. 2020. The effect of salt-tolerant antagonistic bacteria from tomato rhizosphere on plant growth promotion and damping-off disease suppression under salt-stress conditions. Acta Agriculturae Scandinavica, Section B—Soil & Plant Science, 70(1), 69-75.
  • Horst RK. 2013. Damping-off. Westcott’s plant disease handbook. Springer Netherlands, Dordrecht, p 177
  • Lamichhane, J.R., Dürr, C., Schwanck, A.A. 2017. Integrated management of damping-off diseases. A review. Agron. Sustain. Dev. 37, 10  https://doi.org/10.1007/s13593-017-0417-y

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia "Las estrategias para descarbonizar el sector agrícola, a debate en la 15º Jornada de la Cátedra Fertiberia de Estudios Agroambientales" mostrando a algunos de los presentes en la Jornada sobre Estrategias de Descarbonización
Imagen para el interior de la noticia
Imagen para el interior de la noticia

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top