Procurar
Close this search box.

Novas estratégias para atenuar o stress salino

A salinização na Europa afeta aproximadamente 3,8 milhões de hectares.  Em Espanha, 18% dos 3,5 milhões de hectares de terrenos irrigados estão gravemente afetados (abandonados) ou em risco elevado, o que reduz significativamente o seu potencial agrícola. A salinização dos solos é um problema frequente em regiões áridas e semiáridas, como o sudeste de Espanha.  Nestas zonas, a procura de água para a agricultura, a frequência crescente de secas e a utilização excessiva de fertilizantes químicos levaram os agricultores a regar com água de má qualidade.  Este facto conduziu a processos de degradação e salinização dos solos, limitando o crescimento das culturas e prejudicando a capacidade produtiva (FAO, 2015). Embora existam várias práticas de recuperação de solos salinos, a maioria delas é dispendiosa e pouco eficaz.  Isto faz com que o controlo da salinidade seja uma tarefa difícil.  O microbioma rizosférico desempenha um papel muito importante no desenvolvimento das plantas. Conta com várias estratégias que ajudam as plantas a enfrentar diferentes tipos de stress biótico (agentes patogénicos, herbívoros, etc.) e abiótico (salinidade, seca, temperaturas extremas ou toxicidade por metais pesados). Em condições de stress hídrico, o efeito protetor do microbioma consiste em reduzir a produção de etileno, que é reconhecido principalmente como um regulador essencial na resposta das plantas ao stress biótico ou abiótico. Existem microrganismos PGPR (plant growth-promoting rhizobacteria) que ajudam as plantas a reduzir as concentrações de etileno através da ação da ACC desaminase, que decompõe o composto ácido1-aminociclopropano-1-carboxílico (ACC), o precursor responsável pela formação de etileno.  Para além da ACC desaminase, as fito-hormonas como as auxinas, citoquininas e giberelinas produzidas pelas PGPR, componentes do BACNIFOS®, são cruciais para induzir uma tolerância ao stress salino. Outra das medidas que favorece a redução dos sais no solo é a aplicação de cálcio. O cálcio remove o catião Na do complexo de permuta, tornando-o num ião livre no meio, onde pode ser lavado pela água de irrigação. Uma vez removido o catião Na do complexo de permuta, com a ajuda dos ácidos polihidroxicarboxílicos e da água de irrigação, as partículas de sódio são lavadas para as partes mais profundas, onde as raízes não as conseguem alcançar, evitando assim os danos. ATRICHODEX® desenvolveu uma estratégia combinada eficaz e sustentável que permite à planta tolerar níveis elevados de sais.  A combinação de BACNIFOS®️, um produto à base de bactérias PGPR altamente eficazes na formação de ACC desaminase (atenuadoras de stress) e DESTROY SALT®️, um dessalinizador à base de cálcio complexado com ácidos orgânicos e lignosulfonatos, reduz os danos causados pelo excesso de sais no solo.  A aplicação de BACNIFOS®️ + DESTROY SALT®️  num ensaio de pimento com stress salino grave (22 dias em condições de stress grave), melhora a tolerância da planta a este stress, aumentando a biomassa foliar em 46,5% em comparação com o controlo sob stress salino, melhorando assim o estado fisiológico da planta sob stress. Em termos de avaliação visual das raízes, observou-se uma maior estimulação rizosférica nas plantas tratadas com BACNIFOS®️ + DESTROY SALT com stress salino em comparação com o controlo com stress (ver fotos). Bibliografia 
  • FAO .http://www.fao.org/3/a-bc600e.pdf
  • Mi-Seon Hahm, Jin-Soo Son, Ye-Ji Hwang, Duk-Ki Kwon y Sa-Youl Ghim. 2017 Alleviation of Salt Stress in Pepper (Capsicum annum L.) Plants by Plant Growth-Promoting Rhizobacteria , JMB , DOI: 10.4014/jmb.1609.09042
  • Subramanian P, Kim K, Krishnamoorthy R, Mageswari A, Selvakumar G, Sa T. 2016 Cold Stress Tolerance in Psychrotolerant Soil Bacteria and Their Conferred Chilling Resistance in Tomato (Solanum lycopersicum Mill.) under Low Temperatures. PLoS ONE 11(8): e0161592. doi:10.1371/journal.pone.0161592

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia "Las estrategias para descarbonizar el sector agrícola, a debate en la 15º Jornada de la Cátedra Fertiberia de Estudios Agroambientales" mostrando a algunos de los presentes en la Jornada sobre Estrategias de Descarbonización
Imagen para el interior de la noticia
Imagen para el interior de la noticia

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top