Procurar
Close this search box.

Reduzir a utilização de cobre sem perder eficácia contra o olho de pavão

O olho de pavão, causado pelo fungo Fusicladium oleagineum, é a doença foliar mais significativa em olivais de países como Itália, Espanha, EUA, América do Sul, Austrália e Nova Zelândia. Um dos seus sintomas mais graves é a desfoliação da árvore, enfraquecendo-a e provocando perdas de colheitas de 10-20% , dependendo do ano e do local (Salman, 2017). Os sintomas mais característicos são manchas circulares ou anelares que surgem principalmente na face das folhas, de tamanho variável e de cor escura devido ao desenvolvimento dos esporos. (López-doncel, 2000, Trapero, 2004). O agente patogénico sobrevive durante os períodos desfavoráveis (tempo seco e quente) nas folhas infetadas que permanecem na árvore.  Durante os períodos de chuva, são produzidos novos conídios nas lesões foliares, ativando a doença (López-doncel, 2000, Trapero, 2004). A dispersão e a infeção ocorrem desde meados do outono até ao final da primavera, com um pico de produção durante o inverno.  A infeção ocorre entre 8 e 24 ºC, com um valor ideal próximo dos 15 ºC e em presença de água livre (López-doncel, 2000, Trapero, 2004). Em zonas com elevados índices de doença no final do inverno, as aplicações durante a primavera são essenciais, uma vez que a presença de folhas novas favorece o estabelecimento do fungo, por serem altamente suscetíveis e essas mesmas folhas infetadas serão o inóculo para as epidemias do ciclo seguinte (outono-inverno). Assim, é aconselhável efetuar tratamentos no início do outono, no final do inverno e na primavera (López-doncel, 2000, Trapero, 2004). O controlo das doenças baseia-se na aplicação foliar de fungicidas, especialmente de compostos cúpricos, o que tem causado danos ambientais significativos, especialmente em termos de impacto nos microrganismos do solo e na saúde humana.  Por este motivo, as administrações estão a limitar o número máximo de aplicações e a quantidade de cobre a aplicar por época, atingindo 4 kg/ha/ano na agricultura biológica (Regulamento (UE) 2018/1981). Além disso, a Comissão Europeia incluiu o cobre como uma das substâncias a substituir, embora não exista atualmente uma solução eficaz no mercado. A aplicação de produtos com formulações que otimizem a ação deste elemento, mas que ao mesmo tempo reduzam as aplicações de cobre, é uma necessidade iminente.  A TRICHODEX criou o TRICOPPER. Formulado à base de heptagluconato de cobre microencapsulado, com apenas 5,5% de substância ativa, mas com uma eficácia superior à do oxicloreto de cobre a 50%. Com o TRICOPPER controlamos o olho de pavão em 83,3% nas aplicações preventivas e 49,6% nas aplicações curativas e reduzimos significativamente a quantidade de cobre aplicada na cultura.   Momentos de aplicação do TRICOPPER:

Bibliografia 

  • Salman, M. (2017). Biological control of Spilocaea oleagina, the causal agent of olive leaf spot disease, using antagonistic bacteria. Journal of Plant Pathology, 99(3), 741-744.
  • Junta de andalucía
  • López-doncel, l.m.; Viruega, j.r.; Trapero, A. 2000. Respuesta del olivo a la inoculación con Spilocaea oleagina, agente del Repilo. Bol. San. Vegetal-Plagas 26: 349-363
  • TRAPERO, A.; BLANCO, M.A. 2004. Enfermedades. En: El cultivo del olivo. Barranco, D.; FernándezEscobar, R.; Rallo, L., eds. Junta de Andalucía y Mundi-Prensa, pp. 557-614.

Continuar lendo

Imagen para el interior de la noticia
20-03-2024. Fertiberia - Actualidad. Blog - Trichodex. Imagen principal para el post "Ponencia técnica: “Microbioma en Acción: Estrategias Innovadoras para la Resiliencia de Cultivos Leñosos y Hortícolas frente al estrés Biótico y Abiótico" mostrando el cartel de la  ponencia
Imagen para el interior de la noticia

Fertiberia, uma referência na produção de hidrogénio verde e amoníaco de baixo carbono, bem como soluções de nutrição vegetal de elevado valor acrescentado e ambientais para a indústria.

O que fazemos

Criamos e fabricamos os produtos mais eficientes e sustentáveis para a agricultura e a indústria.

Ferramentas

Serviços para facilitar as tarefas diárias dos nossos clientes.

ESG

Os nossos pilares para garantir investimentos sustentáveis, inovadores e empenhados.

I+D+i

Investigação, desenvolvimento e inovação para um crescimento sustentável e responsável.

Contacte-nos

Scroll to Top